sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

E aí? Como tu tá?

Amig@s!

O primeiro post de 2016 é dedicado as amigas e amigos que depois do meu atropelamento emocional se preocuparam comigo e seguem mandando mensagens e convidando pra beber,este post é uma resposta pra pergunta que mais ouvi nos últimos temos: E aí? Como tu tá?

Então, respondo: Eu estou bem.

E é de verdade.

Uma das melhores coisas que fiz foi me permitir sofrer. Me rasgar. Chorar até inchar a cara. Fazer isso publicamente, veias abertas. Recebi tanto amor em troca!

Depois veio as férias.

Descanso e overdose de amor com a família.

E fiquei bem. Assustadoramente bem. Deliciosamente bem. Em paz.

Fiz as pazes com a minha história. Descobri que não tenho arrependimentos de verdade, que tive o coração partido, mas não destruído. Tenho tanto amor que posso inundar um oceano. Não importa o que a outra parte diga. Eu estou bem com o que vivi.

Tenho meu filho. Tenho minha mãe. Tenho minha irmã. Tenho a Galera da Laje. Todos juntaram meus cacos, e de diferentes formas me mostraram que só erra quem não ama.

Daí o passo seguinte foi curtir! Rir com @s amig@s, beber umas cervejas e fazer nov@s amig@s.

Alguns de vocês podem estar pensando "Isso aê! Curtindo a liberdade!".
Daí vou ter que discordar. Não estou curtindo liberdade nenhuma. Eu sempre fui livre. Eu amei livremente, me entreguei livremente, vivi intensamente com liberdade.

Eu sou um turbilhão. Ter consciência disso me fez entender um monte de coisas. Não consigo ser pouco, fazer pouco, fazer metade. Pra uns isso é um problema, pra outros uma virtude. Pra outros deixou de ser virtude para ser incômodo.

O que faço com isso? Vivo! Vivo com o que sou.
Intensidade, talvez seja a minha palavra.

Daí o mimimi começa: pra quê sofrer em público? Por que isso??

POR QUE EU QUERO!
NADEI NAS LÁGRIMAS DO MIMIMI
KKKKKKKKKKKKKKKKKKK


E daí me veio a ideia nada original: e porque não comemorar essa pacificação com uma playlist???

Tendo superado a fossa, vamos fazer agora uma nova playlist: a Playlist do Reencontro! Mais curta, direto ao ponto, mas verdadeira.

Começamos com a aceitação, e a primeira balada chama-se Depois da Marisa Monte.


♬♮♫♩♫
Nós dois
Já tivemos momentos
Mas passou nosso tempo
Não podemos negar
Foi bom
Nós fizemos história
Pra ficar na memória
E nos acompanhar
Quero que você viva sem mim
Eu vou conseguir também♪♫♩♫

Letra aqui.

O passo seguinte é a auto-reconciliação, daí entra na trilha Walmir Borges, com "Eu amei" (baita som!!!!)

Clica e ouve: aqui

♪♫♩
E é bom lembrar
Que eu amei
Eu amei
Teu jeito
Teu corpo
Seus defeitos e gostos
Eu amei
Eu amei
De todas as formas
Te vendo ir embora
Eu amei
Eu amei
Você
 ♪♫♩♫♭♪

Sim amig@s, eu amei!
E escancarei o amor e o desamor!
E a tal intensidade....

Mas, feridas curadas, a sensação é de que aprendi! Sem arrependimentos, sem traumas, vivi, amei e sigo!

Daí toca um pagode romântico, pra selar de vez esse pacto comigo mesmo e sambar na cara dos problemas!!!! (com o Thiaguinho que é lindo, pra ajudar mais ainda ;)

E a música se chama "Outra dia, outra história"


♪♯♬♮
Tô com o coração na mão
Transbordando de emoção
Vou tocar minha vida
Eu vou ser feliz!

Já não fujo do futuro
Aprendi demais com a vida
Vejo luz onde era escuro
Encontrei minha saída♪♬♮♫


Não é outra história, é a mesma história. Um novo capítulo. Mais intensa, sozinha sem ser solitária e em paz!

Então vamos encerrar essa playlist com mais animação: Grupo Bom Gosto - Curtindo a vida!

♪♫♩♫♭
Quer saber tudo tem um por que
Tô legal, quero mais é viver
Antes só, do que ser infeliz
Sei que vou encontrar diretriz
Pro meu coração...

Enquanto eu não encontro eu vou curtindo a vida
Enquanto eu não encontro eu vou tirando onda
Enquanto eu não encontro eu vou beijando em boca
Enquanto eu não encontro eu vou badalando
Enquanto eu não encontro eu vou pagodeando
Enquanto eu não encontro eu sou da boemia (da lua)♭♪♯♬♮♬♪♫


Vamos lá Amig@s, decorem esse refrão que essa é a vibe!!! #sambandonacaradatristeza #divandonopagode

♪♫♩♫Enquanto eu não encontro eu vou curtindo a vida
Enquanto eu não encontro eu vou tirando onda
Enquanto eu não encontro eu vou beijando em boca
Enquanto eu não encontro eu vou badalando
Enquanto eu não encontro eu vou pagodeando
Enquanto eu não encontro eu sou da boemia (da lua)♪♫


Amig@s, obrigada por perguntar. Obrigada pelos abraços. Obrigada pelas mensagens.

Eu estou bem. De verdade.

MAS POR FAVOR continuem me chamando pra tomar umas biras, lembrem-se de que tô na pista! kkkkkk

Enquanto eu não encontro eu vou badalando....
Enquanto eu não encontro eu vou pagodeando...
♪♫♩♫♭♪♯♬♮♫♩♫♭♪♯♬♮♬♪♫

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Playlist da Fossa

Um mês se passou desde que tomei o maior pé na bunda que tenho notícia...
É...
Um mês....
Tenho me virado relativamente bem.
E me deu até vontade de escrever aqui.

Ver um sonho ser destruído é bem doído, mas tento focar no fato de que no último ano consegui manter 40h de sala de aula, um novo mestrado com uma carga horária desumana e meu filho não se sentiu abandonado. Ele é a parte mais frágil nesse processo e ficou intacto, ele até sentiu minha falta, mas não se sentiu abandonado. E esse é um bom motivo pra seguir.
Não é fácil pra todo mundo, mas eu e ele sobrevivemos. Ele se sente amado, tanto que está encarando a separação de papai e mamãe de forma muito tranquila. O amor vence. Se não resiste, não é amor.

Mas é necessário viver a fossa. Sentir o coração doer e aos poucos fazer as pazes com ele.
Eu, particularmente, acho que estou batendo um recorde, um mês se passou, um mês longo pra mim, mas é só um mês, e já estou me sentindo saindo da escuridão.

E uma das armas para se passar por uma fossa é a música.

Eu tenho vivido uma fossa musical.

Na alegria e na tristeza todo mundo já passou pela experiência de escutar uma música e pensar “Ah para! Eu escrevi essa letra e não me lembro???”.
Enquanto ainda éramos “nós”, nós tínhamos músicas escolhidas para o casamento, trilhas cantadas ao pé do ouvido e publicadas no Facebook (até Camisa 10 foi dedicada pra mim, que ironia...), tínhamos até uma playlist que embalou o nascimento do Téo. Então nada mais justo do que fazer uma playlist do fim.

E como viver o luto é necessário, decidi comemorar o meu luto publicando a minha playlist da fossa.

Primeira coisa a declarar: sou sortuda. Sim, viver uma fossa monstro no mesmo mês em que a Adele lança um novo disco é de cortar os pulsos! E o pior é ouvir as músicas “animadinhas” do novo disco e pensar “Porra! Até a rainha do melodrama tá superando, e eu aqui arrastando corrente!”. (Então antes da playlist digita "Adele 25" no Google, curte o disco e chora um pouco.)

E não poderia ser com outra o início da playlist da fossa: Adele, "Dont you remember" que marcou o início da confusão toda....

"When will I see you again?
You left with no goodbye, not a single word was said
No final kiss to seal any sins
I had no idea of the state we were in

I know I have a fickle heart and bitterness
And a wandering eye, and a heaviness in my head
But don't you remember, don't you remember?
The reason you loved me before
Baby please remember me once more

When was the last time you thought of me?
Or have you completely erased me from your memories?
I often think about where I went wrong
The more I do, the less I know"

"Quando vou ver você de novo?
Você partiu sem um adeus, nem uma única palavra foi dita
Nenhum beijo final para selar qualquer pecado
Eu não tinha ideia do estado em que estávamos

Eu sei que tenho um coração inconstante e amargurado
E um olhar errante, e um peso na minha mente
Mas você não se lembra, você não se lembra?
A razão pela qual você me amou antes
Baby, por favor, lembre de mim mais uma vez

Quando foi a última vez que você pensou em mim?
Ou você me apagou completamente de suas memórias?
Porque muitas vezes eu penso onde eu errei
E quanto mais eu penso, menos eu sei
E quanto mais eu penso, menos eu sei"
   
Ouça aqui

É.....
Fui pega de surpresa, e Adele entendeu isso bem. Não sou santa, talvez até compartilhasse sem perceber da mesma sensação de infelicidade que ele, mas desistir nunca foi do meu feitio. Eu não esqueci das razões de amar. Mesmo vendo alguns dos nossos problemas eu estava disposta a tentar. 

E daí entra os Paralamas....

“Ela disse adeus, e chorou
Já sem nenhum sinal de amor
Ela se vestiu, e se olhou
Sem luxo mas se perfumou
Lágrimas por ninguém
Só porque, é triste o fim
Outro amor se acabou

Ele quis lhe pedir pra ficar
De nada ia adiantar
Quis lhe prometer melhorar
E quem iria acreditar
Ela não precisa mais de você
Sempre o último a saber”


Fase confusa essa de entender um outro ser humano que a gente supunha conhecer... Não sou criança, algumas coisas que ouvi até mereci, mas algumas me lembrou o Djavan

“Valei-me, Deus
É o fim do nosso amor
Perdoa, por favor
Eu sei que o erro aconteceu
Mas não sei o que fez
Tudo mudar de vez
Onde foi que eu errei?
Eu só sei que amei
Que amei, que amei, que amei”


Ressecou? Morreu? Difícil de encarar... um jardim tão florido, tão lindo!

O que fazer???? Tudo girando ao redor!!!!!

Pra clarear a cabeça tu liga o rádio, e daí tá lá o Ed Sheeran cantando

Loving can heal
Loving can mend your soul
And it's the only thing that I know
I swear it will get easier
Remember that with every piece of ya
And it's the only thing we take with us when we die

“Amar pode curar
Amar pode remendar sua alma
E é a única coisa que eu sei
Eu juro que fica mais fácil
Se lembre disso em cada pedaço seu
E é a única coisa que levamos com a gente quando morremos”


Entendi a mensagem! Mais uma tentativa, corre atrás mulher! Não dá pra entregar os pontos assim!

Se há amor ele virá a tona!
Esperanças renovadas é hora de agir.


E o balde tem água mais gelada agora do que antes.
Não há possibilidade de conversa, decisão tomada.
E mais: culpas distribuídas.

Ah... Bono como tu tem razão.....

Is it getting better
Or do you feel the same?
Will it make it easier on you now
You got someone to blame?
 […]
 Did I disappoint you
Or leave a bad taste in your mouth?
You act like you never had love
And you want me to go without

Está ficando melhor
Ou você sente o mesmo?
Será que vai torná-lo mais fácil de você agora
Você tem alguém para culpar?
 [...]
 Eu te decepcionei?
Ou deixei um gosto ruim em sua boca?
Você age como se nunca tivesse tido amor
E você quer que eu vá sem

One – U2 (versão com a Mary J Bligde pra facilitar o derramamento de lágrimas)

Peraí.... essa merece ter a letra toda aqui....

Is it getting better
Or do you feel the same?
Will it make it easier on you now
You got someone to blame?

You say
One love,one life
When it's one need
In the night
One love
We get to share
It leaves you, darling
If you don't care for it

Did I disappoint you
Or leave a bad taste in your mouth?
You act like you never had love
And you want me to go without

Well, it's too late
Tonight
To drag your past out
Into the light

We're one
But we're not the same
We get to carry each other
Carry each other
One

Have you come here for forgiveness?
Have you come to raise the dead?
Have you come here to play Jesus
To the lepers in your head?

Did I ask too much?
More than a lot?
You gave me nothing now
It's all I got

We're one
But we're not the same
Well
We hurt each other
Then we do it again

You say
Love is a temple
Love is a higher law
Love is a temple
Love is a higher law
You ask me to enter
But then you make me crawl
And I can't be holding on
To what you got
When all you got is hurt

One love
One blood
One life you got
To do what you should
One life
With each other
Sisters, and my brothers

One life
But we're not the same
We get to carry each other
Carry each other

One... one
Uh, uh, uh, oh
Make, make it, make it
Ahh, ahh, oh
Ahh, ahh
And one
Ahh, ahh... oh

Traduzida? Clica aqui.

Depois de tentar arrumar e dar de cara na parede o jeito é encarar a separação de frente.
Casa vazia.
Esperanças jogadas no ralo.
Aqui a lista de músicas ficou infinita! Muitas coisas na cabeça, trabalho pra dar conta, filho querendo atenção....

Daí uma fagulha de vingança brotou! No auge da sofrência a trilha é RAÇA NEGRA! Sim, ex não podia suportar e eu adoro kkkkkkk

Sim, eu vou sofrer, chorar e me rasgar ao som de Raça Negra!!!!!

No vazio dessa casa ainda mora um coração
Dividindo o mesmo espaço com a minha solidão
Nas imagens e lembranças o meu pensamento voa
Eu entendo porque agora eu me sinto tão maturo

Eu tenho medo, de não achar a porta de saída
A solução que vai por fim a despedida
E é tão cedo, a gente ainda não viveu nossos cem anos
Envelhecermos juntos era o nosso plano
Mas como muda a forma que hoje você tem de me enxergar

(Refrão)
Anoiteceu, e eu não tive coragem
de acender a luz do nosso quarto
Pra me dar conta que você esta aqui só no retrato,
que eu não rasguei
Aconteceu, que apenas a saudade
vem fazer companhia nessa hora
A vida perdeu o sentido para mim, depois que você foi embora

Eu tenho medo, de não achar a porta de saída
A solução que vai por fim a despedida
E é tão cedo, a gente ainda não viveu nossos cem anos
Envelhecermos juntos era o nosso plano
Mas como muda a forma que hoje você tem de me enxergar

(Refrão)
Anoiteceu, eu não tive coragem
de acender a luz do nosso quarto
Pra me dar conta que você esta aqui só no retrato,
que eu não rasguei
Aconteceu, que apenas a saudade
vem fazer companhia nessa hora
A vida perdeu o sentido para mim, depois que você foi embora


É amig@s.... Não foi fácil chegar até aqui.
Um mês depois, cacos colados é hora de seguir. Fazer novos planos. Quem me conhece pessoalmente sabe que adoro planos, então eu tinha muitos pra nós.... refazer tudo vai dar trabalho, mas tem que ser feito.

E vem chegando aquele momento em que a gente começa a se dar conta que o fim estava próximo....

Canta “Soguizo Magoto” (#piadainterna)

"Perdão amor se levei tempo demais
Deixei uma porção de coisas pra trás
Errei em só olhar pra mim
Meu bem nunca te vi assim
Nem só de amor se vive uma relação
Cada detalhe que perdi foi um grão
E quantos grãos deixei cair
Será que já chegou ao fim?

Pior de tudo é perceber
Que você vinha dando sinais
E eu não vi"

Não conhece? Ouve aqui.

Mas será que eu tinha como ver? Essa será a dúvida da segunda fase da fossa.
Eu quando me senti infeliz abri o coração e encontrei uma palavra de encorajamento “Vai passar Amore, é só uma fase.”, tinha lógica ficar paranoica com o fim do relacionamento?
Será que me faltam alguns itens de mocinha-romântica-de-novela?
Eu acreditei, ignorei os sinais e me fudi.

Pra encerrar esse post ELA, a Musa Suprema, Dona do Universo: Beyoncé!

É miguxa eu sou uma “Broken-hearted Girl” e mereço vídeo de divância na sofrência!


O post termina aqui, mas a playlist é do tamanho da dor de cotovelo....

Então seguem mais algumas boas de chorar!

P.S.: não se preocupem amig@s, eu vou superar. Eu só estou me dando o direito que velar um amor que vivi intensamente e sentirei saudades.


Revelação - Se eu tivesse poder: https://www.youtube.com/watch?v=d5YkMLFDNKE

Jorge Aragão – O barraco desabou: https://www.youtube.com/watch?v=Q-KQOxYseUg

Paralamas do Sucesso - Quase um segundo: https://www.youtube.com/watch?v=2R0n5mfMl-8

Vanessa da Mata – Amado: https://youtu.be/4wegmGMUunk

Pra se rasgar de vez?

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Olá 2015!

Hoje acordei com vontade de escrever aqui. Eis-me a escrever!

Sobre o quê? Não sei! kkkkkk (Essa é a vantagem de ter um blog pessoal!)

Brincadeiras a parte, estou há um tempo organizando umas quase-resenhas de filmes e livros que andei assistindo e lendo em 2014. O primeiro semestre foi bem produtivo, por assim dizer, mas em agosto comecei o novo mestrado e o meu tempo que já era escasso sumiu!

Minha paixão por Jane Austen me levou aos seriados e filmes inspirados nas obras dela e aí conheci Elizabeth Gaskel, li Norte e Sul e vi o seriado, depois comecei a perseguir os galãs e aí.... UFA! Em seis meses foram 18 filmes/seriados de época!

Como eu fiz isso? Sou notívaga, e depois de um dia inteiro de trabalho e correria eu me dava uma meia hora pra assistir um episódio pelo menos, e no caso dos filmes as madrugadas de sexta. Parece cansativo, né? Mas no meu caso funciona como um descanso. Vai entender!

Nesse ano quero ver se coloco aqui as minhas impressões sobre cada um deles, começando é claro pela musa Jane Austen! Fiz uma listinha pra vocês acompanharem:

Orgulho e Preconceito (1 filme e 1 seriado)
Razão e Sensibilidade (1 filme e 1 seriado)
Nortanger Abbey (filme)
Persuasão (2 filmes)
Emma (3 filmes e um seriado)
Mansfield Park (2 filmes)
Jane Eyre (2 filmes e 1 seriado)
North and South (seriado)
Becoming Jane (filme)
Miss Austen regrets (filme)
Desejo e Reparação (filme)
Cranford (seriado)
Daniel Deronda (seriado)
Great expectations (seriado)
Litlle Dorrit (seriado)
The tenant of Wildfell Hall (seriado)
Wives and Daughters (seriado)
O Morro dos Ventos Uivantes (filme)

Pretendo escrever algo sobre cada um deles, e também voltar a assistir a minha lista nesse ano (tentativa de não enlouquecer com o mestrado). Copiei de um desses sites de listas de filmes uma chamada "150 best period movies", tirei 4 que não tenho vontade nenhuma de ver e pretendo ver todos! Como já vi alguns vai ser molezinha, além de um prazer!

Agora em janeiro já vi Retorno a Cranford e Fingersmith então cheguei a 20!

Outra ideia é ler Dickens, acabei vendo Little Dorrit por causa do meu Mr. Darcy preferido (Matthew Macfadyen) e Great expectations por causa da Gaskell (que era amiga do Dickens e cita ele no livro dela que eu li), mas sigo achando tudo meio estranho. A solução? Ler o livro ;-)

Bom, acho que tá bom pra promessas de ano novo, né?

Bjs!

terça-feira, 25 de março de 2014

10 coisas que só posso dizer de nós 10 anos depois.

Era dia 25/03/2004.
Recebi uma mensagem de um cara que tinha conhecido na noite anterior.
Bonito.
Não rolou nada na ocasião, mas deixei o telefone com ele mesmo assim. Bem interessante.
Negro, alto e cara de metido. Combinação perfeita.
Saímos pra conversar, e esse papo dura 10 anos.

Pois é, hoje é nosso aniversário de casamento.
Os céticos dirão: "Mas tu não casou com ele no primeiro encontro! Balela!".

Eu respondo: "Sim. Eu soube que queria dividir uma vida com ele naquele momento."

Eu não sabia que seria uma vida tão duradoura, nunca fui de relacionamentos longos. Mas tive vontade de ficar com ele, por muito tempo. E ainda tenho. E enquanto essa vontade durar, estaremos casados. Casados com a alma. Por que não preciso de nenhum deus ou juiz pra validar algo que aquece meu coração.

Para comemorar, celebrar e homenagear esse dia, eu resolvi fazer uma lista. Número redondo pede uma efeméride, então pensei em listar as 10 coisas que só posso dizer de nós 10 anos depois.

#1
Aprendi a ser gentil.

#2
Converti um "anti-cotas" num defensor das cotas.

#3
Descobri que compartilhar um gosto musical é importante, mas não essencial.
Continuo curtindo Raça Negra, apesar dele detestar.
E agora me lembrei de uma, aumenta o som!

♫ ♬"Adoro seus carinhos, adoro os seus beijos"♫ ♬
#4
E por falar em gosto musical, descobri que uma mesma pessoa pode gostar de Linkin Park, Creed e Oswaldo Montenegro!
Cada vez que toca Bandolins no rádio do carro eu penso em divórcio... é sério...

#5
Ele sabe cozinhar. Muito bem e se diverte com isso. E eu acho sexy.

#6
Descobri que sexo é muito melhor com amor. Amor de verdade.

#7
Entendi que um relacionamento pode e deve ser construído diariamente. Que ele não será perfeito sempre. Mas a essência deve permanecer. Que amar requer dedicação e paciência.

#8
Dividir algumas paixões é fundamental. Jogar basquete juntos, ou melhor, gostar de jogar basquete. Porque juntos dá briga! <3

#9
Entendi que ser independente não requer solidão. É possível sonhar junto, realizar junto e manter-se individual.

#10
Para fechar, mais uma música. A minha musa nunca contou porque pedi segredo, mas fui eu que escrevi essa música! É tão eu! É tão nós!


I don't know why you love me
And that's why I love you
Catch me when I fall
Accept me flaws and all
And that's why I love you
And that's why I love you
And that's why I love you

I neglect you when I'm working
When I need attention I tend to nag
I'm a host of imperfection
And you see past all that

Flaws and all - Beyoncé

segunda-feira, 17 de março de 2014

Paixão literária do ano: Jane Austen

Em 2014 ela tomou conta de mim, pelo menos até o mês que estamos: Jane Austen me tem!!

Eu já tinha lido um vez Orgulho e Preconceito e Razão e Sensibilidade, foi na época da escola e lembro de ter achado bem chatinhos. Na ocasião Sonhos de uma noite de verão estava dominando meu coração.

Nas férias de 2013 catando alguma coisa pra ler na casa da minha mãe achei os dois da Jane e resolvi ler novamente, pra dar uma chance. E foi só daí que me dei conta: as duas edições eram versões infanto-juvenis dos romances clássicos, logo, muito provavelmente vinha daí o estranhamento! Li mesmo assim (não tinha muita opção por incrível que pareça!) as duas edições, inclusive no mesmo dia e decidi que no ano eu leria as versões originais.

Acontece que 2013 foi meu ano Oliver Bowden e os Assassinos. Não consegui desgrudar e li os 6 volumes numa velocidade alucinante! Li muito em 2013, em anos não conseguia fazer isso e foi um ano produtivo, mas nada da Jane Austen...

Já tinha até esquecido dela quando entre uns livros que ganhei de uma amiga que desapegou de vários clássicos estava Razão e Sensibilidade, então eu tinha o primeiro e comecei a ler. AMEI! Achei a história encantadora, bem escrita e difícil de largar!

As férias chegaram e num dia qualquer catando alguma coisa pra ver na TV, um canal estava passando o filme de 2005 do Orgulho e Preconceito e na sequência passou o Razão e Sensibilidade (1995): 3h na frente da TV e então a vontade de ler os livros veio de forma avassaladora! No dia seguinte fui na Cultura e comprei o Orgulho e Preconceito, versão completa, e de "troco" o Persuasão. E desde este dia eu vejo pelo menos uma vez ao dia uma cena do filme O&P e leio um trechinho!

É sério gente! Tô doente pela Jane Austen! Li o O&P em 3 dias, e olha que são 500 páginas!

Desde janeiro minha rotina é mais ou menos assim: leio Austen, vejo um filme e/ou série baseado em Austen, leio Austen novamente, busco blogs, livros e a fins na internet. E isso todo dia!

A ideia é ler as seis obras dela, já li O&P (mil vezes!), Razão e Sensibilidade (3 vezes), Persuasão (2 vezes) e estou lendo Emma. de todos também já vi os filmes e séries, sendo que O&P em doses diárias!

Escrevo tudo isso pra me desculpar aos leitores desse humilde blog: o assunto do meu coração é JANE AUSTEN! Logo escreverei mil posts esse ano aqui sobre isso, pretendo opinar sobre os livros, sobre os filmes, as séries, as sequências e adaptações, tu-do!

Pra quem não conhece, nunca ouviu falar deixo aqui o trailer do filme de 2005, que é lindo!!!



Totalmente in love! <3

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Livros, e mais livros!

Bueno,

Sempre fui uma leitora muito ávida, aprendi a ler cedo e sempre gostei de livros. No entanto, esse era um hábito esquecido... quando entrei pra faculdade minhas leituras se resumiam a livros de história, caneta marca texto e fichamentos. Quando terminei o mestrado nem me lembrava da última vez que tinha lido um bom romance! E isso foi em 2009!

No dia em que entreguei a dissertação tomei uma atitude simbólica: entrei na Cultura e nem procurei muito, peguei um livro da prateleira dos mais vendidos e comprei. Uma edição de "Leite derramado" do Chico Buarque, que não por acaso fala sobre memória ;-) desde então tenho buscado intercalar um pouco as leituras.

Mas não foi muito fácil... depois do mestrado comecei a trabalhar no MUHM, novos desafios e novos temas para leitura: museologia e educação. E lá se vão os meus romances... Neste mesmo ano engravidei e novos temas pularam a fila: maternidade, puericultura e gravidez!

Mesmo com tudo isso consegui reler algumas coisas, ler outras, e me divertir, o que era a meta principal.

Em 2012 assumi como professora na rede estadual e tentei por quase um ano manter 2 empregos, em duas cidades diferentes, e por mais maluco que isso possa parecer foi o estopim para minha compulsão por livros: 2h em ônibus e trem todos os dias me deram o álibi perfeito! Li em 6 meses mais livros do que tinha lido nos últimos 6 anos!

E agora só vai! Não ando mais tanto de ônibus mas tenho a biblioteca da escola a disposição e um pouco mais de tempo em casa. E mais: tenho a vontade louca de ler e ler e reler acessa novamente!!!

Pra abrir essa sessão de livros e leituras vou indicar meus favoritos de 2013:



A menina que roubava livros de Markus Zusak
Lindo! Lindo! Lindo!
Emocionante, bem escrito e envolvente.
Eu avalio um bom livro pelo critério: "Dificuldade de largar", então esse tem 10 pontos!
Dificuldade de largar: 10!



Agora um do meu estilo preferido: romance histórico. Tudo que envolve uma pesquisa histórica decente e ficção me tem! Nesse caso, dizem que o autor na verdade é o pseudônimo de um historiador especialista na Renascença que teria colaborado com a Ubisoft para a composição do contexto do jogo de vídeo game. Essa me parece uma versão bem plausível, porque de fato o conhecimento histórico do Sr. Bowden é invejável! Eu achei a contextualização excelente! Tanto que vou usar partes do livro nas minhas aulas de história.A Cruzada Secreta foi o primeiro da série que li, caiu nas minhas mãos depois de ver na mão de um aluno do 7º ano, que inclusive me emprestou. A série completa tem agora (2014) 6 livros, eu já li todos e esse segue sendo o preferido!
Dificuldade de largar: 10!

Bom, espero que neste ano eu possa compartilhar mais vezes aqui as coisas que ando lendo!

domingo, 30 de dezembro de 2012

Novo Ano!

Nada melhor do que esse clima de Ano Novo para tirar o pó deste humilde blog!
Aqueles que me acompanham na "vida real" sabem que este final de ano foi uma loucura! Não tive tempo nem sequer para registrar aqui tudo o que se processou na minha vida, o início da minha nova carreira de professora tomou meu tempo e pensamentos de forma muito intensa.

Uma das famosas promessas de Ano Novo é escrever mais aqui e no Bloguinho do Téo (esse sim, mega desatualizado!).

Meus desejos para o próximo ano? Os mesmo de sempre: que as pessoas se amem mais, amem o próximo, o distante e o desconhecido. Que amem estarem vivos, a vida e as frustrações que ela nos traz também. Pensando nisso veio muito a calhar um vídeo que assisti via FB há algumas semanas, nele um pouco do meu desejo para 2013: AMOR!!!



If you give a little love you can get a little love of your own

Não deu pra ver? Clica aqui ó



Já achei que....