domingo, 25 de setembro de 2016

36 músicas para 36 anos: #2

A lista é variada. Já avisei ontem né?

Hoje vamos de Karol Conká - Sandália.

Porque se é pra derrubar a Babilônia, então que caia!!


Deixa ela, deixa!
Ser livre, seguir sem se importar
Se quiser ir pra qualquer lugar que vá
Não tem asas mas pode voar
Ela só quer viver, ela só quer viver!
Andar de sandália pela Jamaica



Sente o flow!!!

Sandália (Part. Rincón Sapiência)



Lá vai ela toda, toda só tirando onda
Saiu pelas ruas sabendo onde vai chegar
Sagacidade monstra a mente já tá pronta
Virou a esquina correu pra se libertar
Hoje ela não vai voltar, nem a espere pra jantar
Foi absorver toda adrenalina que tá no ar
Deixa ela vai! Cada um sabe o que faz
E da janela a mãe dela acende vela e pede proteção ao Pai

Deixa ela, deixa!
Ser livre, seguir sem se importar
Se quiser ir pra qualquer lugar que vá
Não tem asas mas pode voar
Ela só quer viver, ela só quer viver!
Anda de sandália pela Jamaica

Ela sabe o que quer, vai até onde puder
Brinca de bem-me-quer, no bolso nenhum qualquer
Se precisar vai a pé se Deus quiser
Desfrutar o que vier, se sentir mulher
De sandálias bem louca ela pisou
"Catch a Fire" na roda neguin se encantou
Força no atabaque ginga no agogô
Se esse caminho tá certo então eu também vou!

Se é pra derrubar babilônia então que caia
Grave que vem do gueto faz o beco sussurrar
A vida é uma dureza é maior loucura é mó falha
Tá cheio de limitados querendo te limitar
Se é pra derrubar babilônia então que caia
Grave que vem do gueto faz o beco sussurrar
A vida é uma dureza é maior loucura é mó falha
Ela segue sem deixar que limitados tentem limitar

Deixa ela, deixa!
Ser livre, seguir sem se importar
Se quiser ir pra qualquer lugar que vá
Não tem asas mas pode voar
Ela só quer viver, ela só quer viver!
Anda de sandália pela Jamaica

(Rincon sapiência)
Ela vai pra rua se envolver, pronta para fazer um rolê
Pretendentes vão pra fila e torce pra ela te escolher
Sem toque de recolher, ela sai pra se ouriçar
Tem o santo forte e a proteção dos orixás
Vento, o mar traz o som, tudo de bom, praia, sol
Seu vestido leve fino igual tecido de lençol
Nunca quis pilotar fogão, lampião, ela arrasa
Vem lotando o coração, voa sem tem asa!

Deixa ela, deixa!
Ser livre, seguir sem se importar
Se quiser ir pra qualquer lugar que vá
Não tem asas mas pode voar
Ela só quer viver, ela só quer viver!
Anda de sandália pela Jamaica

Se é pra derrubar babilônia então que caia

Correu pra se libertar!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Já achei que....